Pular para o conteúdo

Vendah

10 dicas de como começar a empreender do zero

09 Jun 2023

“Quero empreender, mas não sei o que fazer”. Provavelmente você já se pegou pensando isso, não é? Se está buscando maneiras de empreender sem muito capital inicial e quer se aventurar no mundo dos negócios na internet, este post é para você! Neste artigo, vamos dar dicas sobre como começar a empreender do zero, apresentando ideias de nichos para empreender e mostrando que é possível empreender com pouco dinheiro.

Sabemos que muitas pessoas têm o desejo de empreender, mas ficam perdidas quando se trata de dar os primeiros passos. Quem está em busca de inspiração para descobrir o que fazer, pode ficar tranquilo, pois vamos ajudá-lo a encontrar o seu caminho.

Independente da sua escolha, as dicas deste post são válidas para qualquer pessoa que deseja empreender com pouco capital inicial e dar os primeiros passos no mundo dos negócios na internet.

Empreendendo do zero com pouco capital

Empreender é uma ótima opção para quem quer ter mais liberdade e autonomia na carreira, além de ser uma chance de transformar suas ideias em negócios de sucesso. E mesmo sem ter uma ideia clara do que fazer, é possível encontrar nichos e oportunidades para iniciar um negócio.

Para começar, é preciso entender o que é empreendedorismo e como identificar oportunidades de negócios. É importante saber também que é preciso se preparar e passar por processos como o planejamento financeiro e estar preparado para os desafios que virão pela frente.

Qual o melhor ramo para empreender?

Para quem deseja começar a empreender, é importante lembrar que não há uma fórmula mágica para garantir o sucesso. Contudo, é possível seguir algumas dicas que ajudarão a identificar nichos de mercado promissores e escolher o ramo de atuação mais adequado.

Antes de mais nada, é fundamental fazer uma pesquisa de mercado para identificar as necessidades e demandas dos consumidores e avaliar a concorrência e as estratégias de empresas que atuam no mesmo segmento.

Na hora de escolher o ramo de atuação, é importante levar em consideração as suas habilidades, conhecimentos e interesses, assim como avaliar o potencial de retorno financeiro e o custo inicial do negócio. Outra dica importante é não se limitar a um único segmento de mercado, procurando identificar oportunidades em nichos pouco explorados ou em áreas complementares ao seu negócio principal.

Existem diversos exemplos de negócios rentáveis e de baixo custo inicial para inspirar quem quer empreender como:

  1. Serviços de limpeza e conservação: esse tipo de serviço é sempre necessário e pode ser oferecido tanto para residências quanto para empresas. Com um investimento inicial em equipamentos de limpeza e produtos de limpeza, é possível começar a atuar nesse mercado.
  2. Artesanato: se você tem habilidades manuais, pode começar a produzir peças artesanais para vender. É possível utilizar materiais reciclados ou de baixo custo, como tecidos, madeira, papel e materiais de bijuteria.
  3. Delivery de comida caseira: cada vez mais pessoas buscam refeições saudáveis e caseiras. Se você gosta de cozinhar, pode oferecer um serviço de entrega de marmitas ou pratos feitos em casa para pessoas próximas.
  4. Doces e salgados para festas: se você tem habilidades culinárias, pode oferecer produtos para festas, como brigadeiros, salgadinhos, bolos e cupcakes. É possível começar vendendo para amigos e familiares e depois expandir o negócio.
  5. Serviços de manutenção de computadores: com a grande quantidade de computadores em uso, sempre há demanda por serviços de manutenção e reparo. Se você tem conhecimento nessa área, pode começar a oferecer esse tipo de serviço.
  6. Consultoria em redes sociais: muitas empresas querem estar presentes nas redes sociais, mas não sabem como fazer isso de maneira eficiente. Se você tem habilidades nessa área, pode oferecer serviços de consultoria em redes sociais para empresas e empreendedores.
  7. Revenda de produtos: ao optar pela revenda, é possível obter produtos prontos para comercialização, reduzindo a necessidade de desenvolver produtos próprios ou arcar com altos custos de produção. Com habilidades de negociação e um bom planejamento, é possível estabelecer parcerias com fornecedores e revender seus produtos com margens de lucro atrativas. Além disso, é possível iniciar o negócio em escala menor e, à medida que o empreendimento cresce, reinvestir os lucros para expandir e diversificar o portfólio de produtos, ganhando assim experiência e construindo uma base sólida para futuros empreendimentos.

É importante lembrar que o sucesso de um negócio não depende apenas da ideia, mas também da execução e do planejamento, e que um plano de negócios bem estruturado é essencial.

Para quem tem pouco dinheiro para investir, existem opções de negócios que não exigem um grande capital inicial, como a revenda de produtos através de plataformas como a Vendah.

É importante pesquisar por nichos de mercado promissores e em alta demanda, como produtos sustentáveis, alimentação saudável, moda inclusiva, produtos para pets, entre outros. Lembre-se de que empreender é uma jornada desafiadora, mas com dedicação, persistência e inovação é possível transformar uma ideia em um negócio de sucesso.

O que posso abrir com 1.000 reais?

Se você tem o desejo de empreender, mas não sabe por onde começar e dispõe de apenas R$ 1.000 para investir, saiba que é possível encontrar algumas opções de negócios que exigem pouco ou nenhum investimento inicial e podem ser iniciados na internet.

Para começar a empreender com pouco dinheiro, é importante entender que o empreendedorismo consiste em identificar oportunidades de negócio e transformá-las em empresas bem-sucedidas. Por isso, é fundamental estudar o mercado e buscar informações em sites, redes sociais e em grupos de empreendedores.

  1. Revenda de produtos: é possível encontrar fornecedores de produtos a baixo custo para revender. Algumas opções são roupas, acessórios, produtos de beleza, entre outros.
  2. Serviços e consultorias: se você tem conhecimentos em vendas, línguas, marketing digital, e etc, pode oferecer serviços de gestão de redes sociais, aulas particulares, consultorias criação de conteúdo, entre outros. É uma área em constante crescimento e que exige pouco investimento inicial.

No entanto, é preciso ter um bom planejamento financeiro, incluindo um plano de negócios, definição do público-alvo, estratégia de marketing e metas e objetivos claros.

É possível reduzir os custos de abertura de um negócio seguindo algumas dicas, como negociar aluguel de espaços, utilizar mídias sociais para divulgação e aproveitar materiais que já possui em casa. Entretanto, empreender não é fácil e exige muita dedicação e trabalho.

Qual o primeiro passo para começar a empreender?

Depois de ter definido sua ideia de negócio e o modelo de negócio que melhor se adapta a ela, é hora de se aprofundar na pesquisa de mercado e no público-alvo.

A análise de mercado é um passo importante para entender as tendências e oportunidades disponíveis no mercado em que você deseja atuar. Além disso, é importante definir o público-alvo e entender suas necessidades e comportamentos de compra.

Uma das formas mais eficazes de realizar uma pesquisa de mercado é por meio de pesquisas online, grupos de discussão e análise de concorrentes. Isso ajudará a identificar a demanda do mercado, as necessidades dos clientes e os principais concorrentes do seu negócio. É importante se colocar no lugar do consumidor e entender quais são as expectativas do cliente em relação ao produto ou serviço que você pretende oferecer.

Outro ponto importante é a formalização do empreendimento, que inclui a obtenção do CNPJ e o registro da empresa nos órgãos competentes. Isso garantirá a legalidade do seu negócio e trará mais credibilidade e segurança para você e seus clientes. Existem diversas opções de regime jurídico, como MEI, EIRELI, LTDA, entre outras, que devem ser avaliadas de acordo com as características do seu negócio.

Por fim, é importante lembrar que empreender não precisa ser caro. Existem diversas opções de negócios de baixo investimento e começar em canais zero custo, como as redes sociais, por exemplo.

O importante é ter uma ideia clara do seu negócio, pesquisar o mercado e o público-alvo e se dedicar ao máximo para fazer seu negócio crescer. Com dedicação e planejamento, é possível alcançar o sucesso empreendendo do zero, inclusive na internet.

Lista de dicas para empreendedores de primeira viagem

Você tem vontade de empreender, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe, você não está sozinho! Muitas pessoas têm o desejo de se tornar empreendedoras, mas não sabem como dar o primeiro passo. Pensando nisso, preparamos uma lista com algumas dicas para quem está começando a empreender e quer dar o pontapé inicial:

  1. Identifique uma oportunidade de negócio: Antes de tudo, é preciso ter uma ideia de negócio. Procure identificar oportunidades no mercado, observe o que as pessoas estão precisando ou querendo comprar, ou pense em como pode oferecer algo diferente do que já existe.
  2. Estude o mercado: Depois de ter uma ideia, é hora de estudar o mercado. Veja se a ideia já é explorada por outras empresas e como elas estão se saindo. Analise também o perfil dos consumidores, suas necessidades e desejos.
  3. Defina seu público-alvo: Saber para quem você vai vender é fundamental para o sucesso do seu negócio. Defina o público-alvo que você quer atingir e adapte sua estratégia de vendas a ele.
  4. Crie um plano de negócios: Um bom plano de negócios é essencial para nortear suas decisões e garantir a viabilidade do seu empreendimento. Ele deve conter informações sobre a ideia do negócio, mercado, concorrência, público-alvo, investimentos e projeções financeiras.
  5. Escolha o modelo de negócio: Existem vários modelos de negócio que você pode adotar, como franquia, loja virtual e venda direta. Escolha aquele que melhor se adapta à sua ideia e perfil de empreendedor.
  6. Invista em marketing: Não adianta ter um bom produto ou serviço se as pessoas não souberem que ele existe. Invista em marketing para divulgar sua marca e conquistar clientes.
  7. Tenha um bom planejamento financeiro: É fundamental ter um planejamento financeiro eficiente para não se endividar e garantir a saúde financeira do seu negócio.
  8. Comece com pouco dinheiro: Não é preciso ter muito dinheiro para empreender. Procure começar com pouco, investindo apenas o necessário para colocar sua ideia em prática.
  9. Busque nichos de mercado: Muitas vezes, os nichos de mercado são mais lucrativos do que as grandes massas. Identifique oportunidades em nichos específicos e explore-os.
  10. Empreenda na internet: A internet é uma grande oportunidade para quem quer empreender. Existem diversas possibilidades, como lojas virtuais, marketplaces, blogs e redes sociais. Escolha aquela que melhor se adapta à sua ideia e invista nela. Afinal, tem como empreender do zero na internet começando pelos canais gratuitos e depois ir escalando sua ideia.

Lembre-se que empreender não é fácil e requer muita dedicação, esforço e aprendizado contínuo. Mas com persistência e determinação, você pode transformar sua ideia em um negócio bem-sucedido. Não tenha medo de começar, coloque a mão na massa e comece a empreender agora mesmo!

Por que a Vendah é o parceiro certo para quem quer começar sem passar sufoco com burocracia?

“Quero empreender, mas não tenho ideias. Tem como?* Se você não sabe por onde começar, a Vendah pode ser a parceira certa para você.

A Vendah é uma plataforma de revenda que permite que empreendedores vendam produtos sem precisar investir em estoque. Confira os principais benefícios de usar a Vendah para empreender:

  • Baixo investimento inicial: Com a Vendah, você não precisa investir em estoque, o que reduz significativamente os custos iniciais do seu negócio.
  • Mais de 600 produtos disponíveis: Se você não tem ideias de negócios, a plataforma oferece uma grande variedade de produtos em categorias como casa, cozinha e bebê, permitindo que você escolha os itens que mais se adequam ao seu público-alvo.
  • Treinamento inicial e suporte técnico: A Vendah oferece treinamento inicial para ajudá-lo a começar seu negócio com sucesso. Além disso, a plataforma oferece suporte técnico para ajudá-lo em todas as etapas do processo.
  • Sem burocracia: Ao usar a Vendah, você não precisa lidar com a burocracia envolvida na criação de uma loja virtual própria.
  • Site confiável e de boa reputação: para aqueles que ainda estão em dúvida, é possível encontrar depoimentos de empreendedores que já utilizaram a plataforma e tiveram sucesso em seus negócios. Além disso, o site vendah.com.br é considerado confiável e oferece uma boa experiência de compra para seus consumidores, segundo avaliação do Reclame Aqui.
  • Flexibilidade para empreender: Com a Vendah, você pode empreender de qualquer lugar, a qualquer hora, usando apenas seu smartphone.

Afinal, dá pra começar a empreender sem burocracia?

Este post foi feito especialmente para quem tem ideias para começar a empreender, mas não sabe por onde começar ou tem pouco capital para investir.

Abordamos diversos tópicos relevantes, que vão desde a escolha do ramo de atuação, como começar a empreender na internet, até a formalização do empreendimento. Além disso, apresentamos dicas úteis para empreendedores de primeira viagem, estratégias para lidar com a concorrência e, por fim, falamos sobre a plataforma Vendah como uma opção para quem quer começar sem passar sufoco com burocracia.

Lembre-se: empreender é possível, mesmo com pouco dinheiro. Siga nossas dicas e comece agora mesmo a construir o seu negócio de sucesso! E se quiser contar com um parceiro confiável para ajudá-lo nessa jornada, a Vendah pode ser a escolha certa para você.

Postagem anterior
Próxima postagem

Agradecemos sua assinatura

Ver opções

Fechar
Editar
this is just a warning
Fechar
Carrinho
0 Produtos